Urbano Santiago
CEO 3M Iberia

Quando AESLEME comentou conosco as atividades que o Grupo Gonvarri estava desenvolvendo acerca da segurança viária, me chamou a atenção o nível de envolvimento de todo o quadro, compartilhando suas frases de motivação no evento Emotional Driving; e a ação nos atraiu ainda mais ao pensar que 3M estava colaborando, de alguma forma, em fazer florescer esta iniciativa dos funcionários, de uma forma tão simples quanto eficaz: utilizando as notas post it de 3M. Isso nos inclinou desde o primeiro momento a ter uma especial simpatia pelo programa, reafirmada em maior medida ao receber o convite para colaborador com o mesmo, através desse livro.

3M é uma empresa que faz da inovação sua razão de ser, desde o primeiro instante do seu nascimento, ano 1902, em uma mina do estado de Minnesota nos Estados Unidos da América. Uma mina, que no início, foi um grande fracasso; e isso provocou os fundadores a criar a distintiva de inovar ou morrer. Afortunadamente para nós, nossos cinco fundadores decidiram seguir adiante, sacrificando seus bens pessoais para apostar em uma ideia, que não era outra senão a de levar adiante um projeto empreendedor. E, tendo em vista os resultados, fizeram-no bastante bem: mais de cento e trezes anos de existência, com presença no mundo todo, cerca de 90 mil empregados, 55 mil produtos em cinco grandes setores de mercado e um investimento em Pesquisa & Desenvolvimento em torno de 6% das vendas.

Desde aquele longínquo 1902, a inovação e a sustentabilidade têm andado de mãos dadas, para criar soluções inovadoras e responsáveis que contribuam para um mundo melhor. Nossas tecnologias, produtos e nossa permanente aposta na inovação contribuem com o progresso das empresas, deixam as casas mais bonitas e melhoram a vida de milhões de pessoas ao redor do mundo.

É na melhoria de cada uma dessas vidas que se encontra a base de nossa sustentabilidade, a ambição que nos move a tornar possível um mundo melhor para todos. Daí vem nossa definição como “3M Ciência aplicada à vida”. Colocamos nosso conhecimento, toda nossa experiência, todo nosso trabalho a serviço de uma vida melhor para todos: clientes, fornecedores, funcionários, acionistas, cidadãos… em resumo, de toda a sociedade.

Falando mais concretamente da segurança viária, nossa atividade começou nos anos trinta do século XX, quando o governo americano nos pediu para desenvolver um produto que melhorasse a visibilidade das estradas durante as horas noturnas e, dessa forma, contribuísse para reduzir os acidentes de trânsito, cada vez mais numerosos – e graves – devido ao imparável crescimento do parque automobilístico americano.

3M

Ali começou tudo. E como na 3M somos apaixonados por desafios, nossos times de pesquisa se colocaram mãos à obra e criaram a primeira lâmina retrorrefletora do mercado, Scotchlite: uma invenção que possibilitava ler os símbolos de um sinal de trânsito durante a noite, devolvendo aos olhos do condutor os raios de luz emitidos pelos faróis de seu automóvel, depois de chocar com as microesferas da lâmina da sinaleira.

Desde então foram muitos os produtos inovadores desenvolvidos por 3M ao longo de oito décadas, e que contribuíram para uma maior segurança viária.

Produtos com cada vez melhores propriedades, como a fluorescência, que contribuem para uma melhor visão no escuro, e também durante o dia (em condições de neblina ou escassa visibilidade, por exemplo, a fluorescência melhora sensivelmente a capacidade visual).

Quando dirigimos à noite, nos damos conta do quão importante é ter as estradas bem sinalizadas, assim como todos os elementos que fazem parte delas. Mais, quando temos a má sorte de adentrar um trecho da estrada com sinalização defeituosa, somos todavia mais conscientes da importância do fator visibilidade e em que medida afeta a nossa segurança; e o quão essencial é ter uma manutenção adequada das estradas em geral.

Em qualquer estrada podemos encontrar diferentes elementos que devemos sempre ter em conta: os condutores dos veículos, de turismo ou caminhões; os pedestres que circulam pela estrada, os motoristas, os trabalhadores de manutenção, os agentes da segurança viária… Todos, sem exceção, são afetados pelo fator chave que pode salvar vidas: ver e ser visto.

No que diz respeito aos condutores, é necessário pensar em produtos que proporcionem uma boa visibilidade tanto aos condutores de veículos de turismo como de caminhões, levando em consideração as diferentes geometrias desses veículos. Neste caso concreto, a necessidade fundamental é facilitar a correta visão da estrada e de qualquer obstáculo que possa haver no caminho; e também proporcionar uma boa visibilidade desses veículos aos outros usuários da via. É muito importante levar em consideração a distância a partir da qual é possível ver os obstáculos, sinais, carros, caminhões, pedestres etc, porque um acidente é questão de décimos de segundo. Quanto maior for a distância a partir da qual se detecta um objeto ou pessoa, com mais antecedência o condutor pode reagir e tomar a decisão de frear, de modo que aumentam consideravelmente as possibilidades de se evitar o acidente.

Por isso a vital necessidade de uma sinalização correta, e do uso correto de produtos adequados para facilitar ou antecipar as reações dos motoristas.

Pensemos, por exemplo, nos regulamentos relacionados à correta sinalização de veículos pesados e de grande longitude, que é obrigatória para caminhões de nova matrícula e voluntária para o restante. Essa legislação é um grande avanço na visibilidade desse tipo de veículos e, portanto, contribui notavelmente para a melhoria da segurança viária. Uma aposta da 3M que, como em muitas outras ocasiões, contou com a colaboração indispensável e apoio incondicional de associações como AESLEME e de pessoas como Mar Cogollos.

3M

Já em 1978, 3M e DGT (com a qual tínhamos claros interesses comuns, além de sermos vizinhos de rua) concordaram em patrocinar uma campanha nacional que se chamou “Ver e ser visto pode salvar sua vida”. O objetivo era alertar os cidadãos (fossem condutores, pedestres, ciclistas etc) sobre a importância real e vital de ver e ser visto utilizando produtos retrorrefletores adaptados a cada situação: desde roupas com elementos refletores ou braceletes até bicicletas com rodas com refletores, para serem visíveis nos cruzamentos laterais noturnos. Todos esses elementos pensados com um só fim: salvar vidas.

Com essa campanha, percorremos todos os cantos da Espanha para transmitir a mensagem e conscientizar a sociedade. A atuação se dividia em duas partes: uma parte teórica, na qual apresentávamos o motivo da campanha (acidentes noturnos ou atropelamento de pedestres; o funcionamento dos produtos refletores etc); e uma parte prática na qual realizávamos uma simulação muito instrutiva; um veículo com seus faróis acesos e uma estrada onde se iam apresentando diferentes situações, como veículos circulando, sinalização horizontal e vertical da estrada, pedestres cruzando a ia, operários de manutenção trabalhando na estrada, etc, que apareciam com elementos refletores e sem eles. Dessa forma, os participantes podiam comprovar com seus próprios olhos o efeito desses elementos na hora de ver ou não um obstáculo que poderia causar um acidente. A ação finalizava com uma distribuição massiva de amostras para que os assistentes pudessem utilizá-las em seu dia a dia e assim melhorar a segurança.

Foi um trabalho que reuniu muito esforço, mas valeu a pena em todos os sentidos. Desde então, muitas têm sido as ações e regulamentos promovidas nesse sentido. Por exemplo, a melhora da sinalização das estradas com produtos de última geração mais visíveis e a uma maior distância; ou a melhora da sinalização de todo tipo de veículos, desde os pesados e de grande largura, até os veículos de emergência e segurança (Polícia Nacional e Local, Guarda Civil, ambulâncias, bombeiros, manutenção de estradas, gruas etc); e também a melhora da segurança dos condutores em caso de avaria ou em casa de haver necessidade de sair do veículo em plena via, como são os coletes de segurança. Na divulgação do uso desses coletes, AESLEME teve também um protagonismo extraordinário; desenhando um sistema mais fácil para guardar o colete no veículo, realizando uma grande ação de sensibilização oferecendo um colete a cada um dos assistentes no Auditório Nacional de Madri, com a atuação estelar de Montserrat Caballé.

Certamente, não podemos nos esquecer dos ciclistas e de todos os trabalhadores que por uma ou outra razão estão expostos ao risco de atropelamento por não serem vistos à noite. Quando vezes não levamos susto por não ter visto a tempo um ciclista ou um trabalhador que se encontrava exercendo sua função de manutenção no acostamento? E quantas vezes, ao contrário, respiramos tranquilos depois de cruzar com pedestres, ciclistas, trabalhadores ou veículos de todo tipo corretamente sinalizados com elementos retrorrefletores? A diferença está, simplesmente, no correto uso de elementos retrorrefletores, nos próprios elementos da via, nos veículos, nos pedestres e ciclistas, ou nos trabalhadoras. A diferença está, simplesmente, em salvar ou não vidas.

Nesse sentido, uma empresa como Gonvarri e uma iniciativa como Emotional Driving são um autêntico exemplo a se seguir. Porque também estamos falando de salvar vidas.

Todos, cada um em seu terreno, estamos participando de um empenho maravilhoso. O trabalho de empresas como Gonvarri ou 3M, de associações como AESLEME, e o esforço de muitas empresas, instituições e cidadãos é chave para contribuir para uma vida melhor e mais segura.

3M

Guardar

Guardar